Estudantes iniciam atividades do programa Eleitor do Futuro

Ponta Grossa

10 de agosto de 2018 15:22

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Cescage realiza ação para coleta de mechas de cabelos

Rapaz ameaça pai com facão e acaba preso

Operação detém dupla por perturbação do sossego

Flanelinha leva pedrada de ladrão de carro
Homem é preso por golpe ao mentir sobre doença do irmão
Ladrões cercam vítima e rouba motocicleta
Ônibus bate em caminhão e deixa cinco feridos
Foto: Imagem: Divulgação
PUBLICIDADE

No Colégio Sepam, adolescentes estão envolvidos na criação de eleições internas, que acontecem na próxima semana 

Com a finalidade de preparar e promover o exercício da cidadania, o programa Eleitor do Futuro, da Escola Judiciária Eleitoral do Tribunal Superior Eleitoral (EJE/TSE), adotado também pelas EJEs de todo o país, iniciou neste mês a edição 2018. O objetivo é que as escolas parceiras façam eleições internas com os próprios alunos como candidatos sendo representantes de partidos. Funciona da mesma forma que em uma eleição real: os candidatos fazem propostas, sugerem mudanças e levantam soluções para questões políticas, econômicas e sociais. 

No Colégio Sepam, os alunos de 9º do Ensino Fundamental ao 2º ano do Ensino Médio já iniciaram as atividades do programa. Primeiro a constituição dos cinco partidos: Partido Vida e Saúde (PVS), Partido Liberdade, Respeito e Dignidade (PLRD), Partido do Esporte, Lazer e Integração da Comunidade Escolar (PELICE), Partido Educação, Profissionalização e Cultura (PEPC) e o Partido da Segurança Pública e Combate à Violência (PSPCV). Cada partido possui um representante e um grupo de alunos.  No Sepam esses partidos são formados por membros dos projetos sociais e educacionais do Colégio que tenham ligação com o foco principal do partido. Por exemplo, o projeto Menarca que trabalha com temáticas sobre a saúde da mulher e orientações sobre sexualidade representa o PVS e o EcoPam que trata sobre a educação sustentável, representa o PEPC. 

De acordo com o coordenador pedagógico do Colégio, Jacob Cavagnari, essa divisão facilita ainda mais o conhecimento do representante e de seu grupo para defender ideais e levar à frente suas propostas. Cavagnari ressalta ainda a importância do programa como forma de motivação dos jovens a estarem inseridos na política e praticarem a democracia. “Ele promove a educação política dos estudantes, conscientizando sobre o exercício da cidadania e do voto responsável. Dá aos alunos voz para que exerçam a representatividade como cidadãos éticos”, afirma. 

Assim como no processo eleitoral real, o Programa Eleitor do Futuro terá eleição com urnas eletrônicas e mesários. A votação acontece no dia 14 de agosto, a partir das 9h. Para essa atividade, três alunos do Sepam foram selecionados como mesários: Manuela Kraemer Gubert Simionato, Gustavo Artigoso Cruz e Luis Eduardo Lorenzo Bronzini. Os adolescentes estiveram na terça-feira (08) no Fórum de Ponta Grossa para acompanhar a lacração das urnas que serão usadas. 

Em Ponta Grossa, ao todo, são 12 escolas participantes entre públicas e privadas. A novidade nesta edição é a parceria com a Câmara Municipal de Vereadores, por meio do Projeto Câmara Jovem, de autoria dos vereadores Vinicius Camargo (PMB) e Geraldo Stocco (Rede). Na iniciativa, alunos dos partidos eleitos de cada escola participarão das sessões, entendendo o funcionamento da Câmara, com possibilidade de discursar no plenário e até mesmo sugerir projetos de lei com o apoio de uma equipe direcionada ao projeto. 

O Programa Eleitor do Futuro também possui parceria com o Tribunal Regional Eleitoral, Fórum Eleitoral de Ponta Grossa, Núcleo Regional de Educação, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) com a coordenação da Juíza da Vara da Infância e Juventude de Ponta Grossa, Drª. Noeli Salete Tavares Reback.           

Conscientização jovem 

Além da participação no Programa Eleitor do Futuro, o Sepam realiza, em toda eleição municipal o Projeto Plataforma Política que envolve a conscientização para os alunos a partir de 16 anos. Neste caso, o objetivo é que os jovens estudantes façam o Título de Eleitor, além de conhecer a importância do voto e do processo eleitoral a partir de uma palestra de um juiz eleitoral. Os alunos discutem e analisam as propostas dos candidatos à Prefeitura Municipal de Ponta Grossa, recebendo um candidato por vez, num encontro em que se debatem as ideias dos candidatos e as sugestões dos alunos para o município.

As informações são da assessoria. 

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização
aRede aRede
aRede
aRede