aRede aRede aRede
aRede
Idosa de 92 anos mata filho para evitar de ir para asilo

Insana

09 de julho de 2018 11:35

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Restauração de escultura dá errado e vira piada

Mulher entra nua em igreja cantando a música “50 Reais”

Japão pede uma manhã de segunda-feira de folga

Rebanho de vacas ajuda polícia a prender fugitiva
Russo remove pênis por 'desgostar' do contraste de cor
Soldado coloca fogo nele mesmo como protesto
Homem tem sobrancelha queimada após acender cigarro
Anna Mae Blessing, que foi acusada de homicídio, discordou das intenções de seu filho de colocá-la em um asilo por alguns dias/Foto: Reprodução MARICOPA COUNTY SHERIFF'S OFFICE
PUBLICIDADE

A polícia encontrou a mulher em uma cadeira reclinável em seu quarto

De acordo com a polícia local de Fountain Hills, no condado de Maricopa, nos Estados Unidos, a mulher de 92 anos matou a tiros seu filho de 72 anos, para evitar ser mandada para um asilo.

Anna Mae Blessing, que foi acusada de homicídio, discordou das intenções de seu filho de colocá-la em um asilo por alguns dias, de acordo com documentos judiciais.

"Você tirou minha vida, então eu estou tirando a sua", disse ela ao ser retirada da casa que compartilhava com o filho e a namorada dele no Arizona. Blessing disse à polícia que pretendia se matar após o crime.

A polícia encontrou a mulher em uma cadeira reclinável em seu quarto. Mais tarde, ela disse que, por causa de suas ações, merecia que pusessem fim à sua vida. Ela é acusada por homicídio qualificado, com agravante de sequestro, e sua fiança foi fixada em US$ 500 mil (cerca de R$ 1,95 milhão).

Informações BBC Brasil 

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização