aRede aRede aRede
aRede
Processo 'encobre' tatuagens antigas com novos desenhos

homem

05 de janeiro de 2018 14:22

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Você conhece o significado da sua tatuagem?

Unidade Jhonn Barber no Palladium completa 15 mil atendimentos

Jhonn Barber prepara novidades para unidade matriz

Tatuador de PG quer se tornar referência no ‘realismo colorido’
Três dicas para você cuidar do cabelo e barba durante o verão
Jhonn Barber lista tendências de corte masculino para o verão
Processo 'encobre' tatuagens antigas com novos desenhos
PUBLICIDADE

Sabe aquela tatuagem antiga que você já não gosta mais? Ou aquele desenho que você fez na juventude e se arrependeu? Pouca gente sabe, mas o processo para encobrir uma tatuagem antiga é possível e na prática dura o mesmo tempo do que a confecção de um novo desenho. De acordo com Ricardo Loreno, profissional do estúdio Loreno Tatto e Piercing dá algumas dicas sobre o procedimento para ‘cobrir’ tatuagens antigas.

Com experiência de 11 anos no setor, Loreno lembra que algumas vezes a presença de tatuagens que já não são mais tão ‘bem vindas’ no corpo prejudica até mesmo a autoestima das pessoas. “Muitas vezes nos deparamos com casos em que a pessoa tem vergonha de usar roupas que mostrem essa parte do corpo, a tatuagem que já não é mais bem vinda acaba prejudicando a vida daquele indivíduo”, conta o tatuador.

Segundo Loreno, o processo para cobrir o desenho antigo também é conhecido como ‘cover up’ e, de modo geral, quanto menor o desenho, mais fácil será o procedimento. “A parte mais complexa desse procedimento é encontrar um desenho que consiga se encaixar e encobrir perfeitamente a arte que já foi tatuada na pele, isso porque o tatuador estará trabalhando sobre um desenho já feito”, explica Ricardo.

O especialista explica que o que delimita o procedimento de ‘cover up’ é a complexidade do desenho já feito. “O processo de encobrir uma tatuagem depende muito do que já está desenhado na pele, já que o novo desenho vai se encaixar naquele que já existe”, conta. O valor e o tempo gasto para efetuar o ‘cover up’ é semelhante aquele de uma nova tatuagem.

Loreno destaca que a iniciativa de alterar uma tatuagem que hoje é indesejável contribui muitas vezes para a autoestima do cliente. “Algumas pessoas realmente tem a vida prejudicada por uma tatuagem que hoje não condiz mais com o seu estilo vida ou que apenas incomoda. Com o ‘cover up’ podemos superar esse trauma de forma relativamente simples”, explica o profissional.

Serviço:

O Estúdio Loreno Tatto e Piercing fica na avenida Doutor Vicente Machado, n. 41, na região Central de Ponta Grossa e conta com tatuadores especializados nos diferentes estilos e tendências.

As informações são da assessoria.

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização