aRede aRede aRede
aRede
Operação ocupa condomínio onde traficante cobra aluguel

Cotidiano

09 de agosto de 2018 12:17

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Temer mantém emenda que reajusta educação pela inflação

Universidades terão incentivo para controlar obesidade

Termina hoje prazo para registro de candidaturas

Crédito do 3º lote de restituição será feito nesta quarta
Mortos em desabamento de viaduto em Gênova já são 37
MP solicita modificações em edital de concurso da PM
Aliel faz prestação de contas aos municípios paranaenses
/Divulgação
PUBLICIDADE

Operação ‘Benção Tio’ acontece no condomínio Serra do Mar I e II, conhecido como ‘Serra do Mal’, em São José dos Pinhais

Desde as 6h da manhã desta quinta-feira (9) mais de 100 policiais civis e militares ocupam o Condomínio Serra do Mar I e II em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. O conjunto habitacional, que coleciona casos de homicídios e tráfico de drogas e é conhecido como “Serra do Mal”, é o cenário da “Operação Benção Tio”, deflagrada em conjunto pela Polícia Civil e Militar com o apoio do helicóptero do Grupamento de Operação Aérea (GOA).

Serão cumpridos 20 mandados judiciais, sendo 14 de prisão temporária (30 dias) e seis de busca e apreensão. A ação policial tem como objetivo prender uma quadrilha extremamente perigosa envolvida com tráfico e assassinatos dentro e fora do condomínio.

Investigação

A investigação levou dois anos e comprovou que esta organização criminosa comandava o Serra do Mar I e II a ponto de expulsar moradores que ficassem inadimplentes com o pagamento de taxas condominiais e de luz e água. A suspeita é de que parte destes recursos abastecia as atividades criminosas da quadrilha. E qualquer ação de um morador que contrariasse os interesses da quadrilha geralmente resultava em morte.

Paulo Monteiro, conhecido como “Tio”, responde a mais de 10 homicídios é o chefe desta organização criminosa. Preso na Penitenciária Estadual de Piraquara II, condenado a mais de 80 anos de prisão em regime fechado e membro de uma facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios do país, era ele quem ditava as regras no Condomínio Serra do Mar I e II. Para vender drogas, o “Tio” precisava autorizar. Os assassinatos de moradores e frequentadores do conjunto habitacional também tinham o aval do “Tio” – através de contatos feitos sempre por telefone. Esta liderança deu nome à operação “Benção Tio”.

No último dia 27, policiais civis com apoio de agentes penitenciários do Departamento Penitenciário cumpriram um mandado de busca e apreensão na cela de Paulo Monteiro na PEP II. Lá encontraram um aparelho celular e dois chips usados na comunicação com os demais integrantes da quadrilha.

Aluguel

Os residenciais Serra do Mar I e II integram um programa que beneficiou diversas famílias de baixa renda e que moravam em áreas de risco. O empreendimento foi devidamente entregue aos beneficiários no ano de 2012 através do programa “Minha Casa Minha Vida”, sendo o ambiente composto por 594 moradias, entre casas térreas adaptadas para portadores de necessidades especiais e apartamentos.

Segundo relato de moradores, traficantes cobram R$ 120 de aluguel de alguns apartamentos e em muitas unidades a luz chega por meio de “gatos” (ligações clandestinas). A conta de água também não seria paga por diversos moradores por decisão de traficantes. A Copel está no local para desligar os “gatos”.

Segundo a polícia, o tráfico de drogas, o comércio de armas e homicídios não irão ocorrer mais. “Existia uma divisão de tarefas aqui com ordens vindas também de dentro de presídios para vários crimes. Mas temos muita gente de bem aqui que tinham que conviver com os criminosos. Agora, vamos colocar um fim nisso”, informou o delegado Michel Carvalho.

Informações Banda B.

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização