menu

Cotidiano

“Temer não tem condições de governar o Brasil”, diz Marina Silva

Da Redação | Cotidiano | 18/05/2017 as 11:28h / Imagem: aRede

Em vídeo divulgado nas redes sociais, a presidente da Rede Sustentabilidade voltou a pedir eleições diretas para presidente

A porta-voz do Rede Sustentabilidade e candidata à presidência da República em 2014, Marina Silva, divulgou um vídeo em suas redes sociais em que afirma que Michel Temer não tem mais condições de governar o país. A declaração refere-se às novas denúncias trazidas na delação dos proprietários da JBS. À Procuradoria Geral da República (PGR), os donos da empresa disseram ter gravado Temer dando o aval para comprar o silencia do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O fato teria ocorrido após a prisão de Cunha na Operação Lava Jato.

No vídeo, Marina destacou que a crise política está se agravando de forma dramática. “O país está em estado de choque com as graves denúncias trazidas pela Operação Lava jato”, ressaltou. Além disso, Marina salientou que a fraude eleitoral de 2014 já sinalizava que nem Dilma Rousseff nem Temer teriam condições e legitimidade para conduzir o país. “Essa é uma posição que a REDE tem defendido desde 2015”.

Para contornar a crise, Marina apontou três alternativas para socorrer o Brasil nesse momento difícil, todos de acordo com a Constituição. Uma delas é a renúncia. “Mas esse ato é unilateral e depende da consciência do governante. E não podemos esperar isso de quem já deixou a crise para o patamar em que chegou. ”

A outra saída, segundo a porta-voz da REDE, é a cassação da chapa Dilma/Temer pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), cujo julgamento será retomado no dia 6 de junho. A terceira opção e a mais recente é o pedido de impeachment apresentado pelo deputado da REDE Alessandro Molon (RJ).

Marina disse ainda que o Congresso já pode prestar um grande serviço se a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) de autoria do deputado da REDE Miro Teixeira (RJ). O projeto possibilita uma nova eleição direta para a população possa fazer a melhor escolha para presidente. “Mas isso deve ser feito com base em um programa de governo”, completou.

Informações Assessoria de Imprensa.


Veja também

Ponta Grossa

Cotidiano

Campos Gerais

ARede Insana

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS LIDAS