aRede aRede aRede
aRede
Série de entrevistas retratará formatura do PROERD em PG

Vamos Ler

06 de junho de 2018 15:20

Dhiego Tchmolo

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

JMC News traz reportagens de alunos em PG

Preço do combustível é tema de trabalho interdisciplinar

Impressos trazem gincana à turma de Jaguariaíva

Manchetes do JM trazem estudo à Jaguariaíva
JM contribui no estudo sobre siglas em Jaguariaíva
Professores destacam importância da Copa do Mundo
Estudo sobre crônicas é trabalhado em Jaguariaíva
PUBLICIDADE

Alunos do 5º ano da Escola Humberto Cordeiro receberam certificação e fizeram diversas reportagens sobre o assunto. Confira a primeira parte com entrevistas entre colegas.

O Vamos Ler – Geração Digital inicia uma nova série de entrevistas realizadas pelos estudantes participantes do projeto em 2018. Anteriormente, em Castro, na Escola Municipal Professora Elsa Macedo, os alunos do 5º ano puderam entrevistar profissões que trabalham com as artes no município.

Desta vez é o 5º ano da Escola Municipal Humberto Cordeiro que compôs a série com sete entrevistas após a formatura do Programa de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD), que aconteceu no final de maio. Além dos repórteres unirem mídia e educação, a apresentação das reportagens ficou por conta do âncora Murilo Ribas Vaz.

A formatura

A professora da turma, Nilza Aparecida da Costa, resumiu como ocorreu a atividade e chegou até a formatura do Programa. “Os alunos do 5º ano tiveram o privilégio de contar com o PROERD, que foi desenvolvido em dez encontros nas quintas-feiras pela Soldado Roseli”, destaca a docente.

“O programa tem por finalidade ensinar as crianças e jovens habilidades para que possam conduzir suas vidas de maneira responsável, segura e livre das drogas”, comenta Nilza. Foi a partir dessa relação e a importância da temática que a professora viu a oportunidade de ampliar os horizontes com a chegada da formatura do PROERD.

“Levando em consideração o excelente trabalho desenvolvido pela Polícia Militar do Paraná – Batalhão de Patrulha Escola, unindo forças com a escola e a família, contra às drogas e à violência, resolvemos registrar a formatura interna dos alunos na forma de entrevistas”, explica Nilza.

Entrevista com os alunos

No player acima você pode conferir o aluno Murilo Ribas Vaz, que atuou com âncora. Na sequência, temos as entrevistas de Tainá Crislaine Hartmann com a colega Izabelly da Silva Soares; Brenda Nicole Gulchinski com Mariana Janiaki da Silva; e Tiago Fernando de Paula com a aluna Isabelly Cheim Correia da Luz. Para conferir todas as produções da Escola Humberto Cordeiro, acesse o blog escolar da instituição de ensino. Clique aqui (vídeos) e aqui (fotos).

Entrevista 1

Tainá Hartmann – Você teve muitas tarefas?

Isabelly Soares – Não. Teve as tarefas, mas a minha mãe e meu pai me ajudaram em casa.

TM – Qual foi o conteúdo que você mais gostou?

IS – Dizer não às drogas, ficar longe da violência e que as pessoas que a gente ama, não deixar que elas fiquem perto dessas coisas.

TM – O tempo usado para as aulas do PROERD foi suficiente para você aprender tudo.

IS – Não. Deveria ter PROERD pelo ano inteiro porque a gente não aprendeu tudo que deveria aprender.

Entrevista 2

Brenda Gulchinski  – Qual foi a aula que você mais gostou no PROERD? E por quê?

Mariana Janiaki – Foi nas aulas que ela (Soldado Roseli) mostrou vídeos, fez as brincandeiras, ensinou a música do PROERD.

BG –  Você acha que pode ensinar para as outras pessoas o que você aprendeu no PROERD?

MJ – Sim. Eu posso ensinar para os meus familiares, para os meus vizinhos.

BG – Foi difícil fazer a redação para o PROERD?

MJ – Não. Porque eu estudei para a apostila, achei muito interessante o conteúdo que tinha na apostila.

Entrevista 3

Tiago Fernando – Qual foi sua experiência em participar do PROERD?

Isabelly Cheim – Muito boa. Porque aprende a não fumar, não beber, não bater nos outros, não fazer bullying, ajudar quando eles precisam.

TF – Você gostou de participar do PROERD?

IC – Sim, porque aprendi a valorizar meus tios, minhas tias, a minha mãe, o meu pai. Não fumar, beber.

TF – Você acha que o PROERD pode te ajudar no futuro?

IC – Sim. Quando eu tiver filhos vou ensinar para eles que não pode beber, não pode fumar. 

PUBLICIDADE
MIX - 22/06/2018 02:07h

Beto se comove com Karola

No capítulo 035, sexta-feira, 22 de junho – Luzia afirma que precisa afastar Laureta de Ícaro. Vale...

 
0
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização