Mulheres são maioria e devem decidir a eleição

Ponta Grossa

10 de agosto de 2018 19:28

Afonso Verner

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Cescage realiza ação para coleta de mechas de cabelos

Rapaz ameaça pai com facão e acaba preso

Operação detém dupla por perturbação do sossego

Flanelinha leva pedrada de ladrão de carro
Homem é preso por golpe ao mentir sobre doença do irmão
Ladrões cercam vítima e rouba motocicleta
Ônibus bate em caminhão e deixa cinco feridos
Foto: Imagem: Divulgação
PUBLICIDADE

Município teve crescimento do eleitorado de 2,35% e segue entre os maiores colégios eleitorais do Paraná

A Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou nesta semana os dados atualizados do eleitorado brasileiro – as informações divulgadas na internet podem ser exploradas com subdivisões por município e região. Os dados que dizem respeito ao cenário eleitoral de Ponta Grossa mostram que o número de cidadãos aptos a votarem cresceu 2,35% em comparação a 2014 – atualmente o município tem 237.118 eleitores com possibilidade de votarem e há quatro anos esse número era de 232.965.

Os dados do TSE revelam ainda outros aspectos interessantes sobre o eleitorado de Ponta Grossa. Entre eles está o fato de que as mulheres seguem compondo a maioria do eleitorado, representando 53% desse universo. Além disso, quase a totalidade dos eleitores já estão submetidos ao sistema de biometria (99,87%) e, dessa forma, apenas 312 eleitores não estão inclusos no universo biométrico.

Informações relativas à faixa etária e pirâmide etária também chamam a atenção. A maioria dos eleitores pontagrossenses tem entre 21 e 59 anos de idade. O grupo entre 21 e 24 anos representa 9,46% do total, enquanto os votantes com 25 a 29 anos somam 11,28%. O grupo de cidadãos com 30 a 34 anos aptos a votarem somam 10,40% do total e os cidadãos entre 35 a 39 anos representam 10,98% do universo total. Por fim, eleitores(as) entre 40 e 50 anos de idade representam 34,84% do total.

Somado, o grupo com eleitores entre 21 e 59 anos de idade representa 76,93% dos votantes em Ponta Grossa. Já, de forma inversa, os eleitores não obrigatórios (aqueles que têm menos de 18 anos de idade e aqueles com mais de 70 anos de idade) são uma pequena parcela do universo eleitoral, representando ao todo 6,83% do total de eleitores aptos a votarem em Ponta Grossa.

Os dados do Tribunal também dão conta de informações sobre estado civil e escolaridade da população apta a votar. Segundo o TSE, 42,5% dos eleitores se declararam casados, enquanto 46,5% tiveram o registro efetuado como solteiros. Divorciados(as) somam 5,23% do total, enquanto 4,46% são viúvos(as) e 1,64% são separados judicialmente.

Um terço do eleitorado tem ensino médio completo

As informações sobre escolaridade dos votantes também chama a atenção. Segundo os dados do TSE, 30,08% (71.329) declararam terem o ensino médio completo, enquanto aqueles(as) que tem o ensino fundamental incompleto representam 23,45% (55.598). Já aqueles que tem o ensino superior completo representam 15,04% (35.652), os eleitores com ensino médio incompleto somam 26.071 (10,99%) do total.

Os eleitores com ensino fundamental completo são 9,32% (22.110) do cenário total, enquanto os com superior incompleto somam 7,54% (17.886). Ainda compõe o cenário eleitoral os eleitores que lê e escreve (2,41%) e os(as) analfabetos(as) que somam 1,17% (2.766).

Eleitores com deficiência são 3 mil

Os dados do Tribunal afirmam que 3 mil eleitores com alguma deficiência física estão aptos a votarem – eles deverão votar em locais com maiores condições de acessibilidade. Já outros 21 eleitores(as) usarão o nome social para votar – essa é uma novidade do pleito de 2018.

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização
aRede aRede
aRede
aRede