aRede aRede aRede
aRede
‘Operação Novum’ prende 18 pessoas em bairros de PG

Ponta Grossa

09 de agosto de 2018 18:30

João Vitor Rezende

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Assistentes sociais de hospitais participam de encontro

UEPG apura caso de trote violento em sindicância

Sandro Alex comemora a liberação de R$ 60 mi para PG

CAIC divulga resultado do cadastro escolar para 2019
Mulher acusa ex-marido de tentar pegar filho de dois anos
Discussão por barulho acaba com tiro em caminhão
Homem atira em cachorro e é detido pela GM
Foto: aRede/COP
PUBLICIDADE

Buscas de equipes da Polícia Militar em dois bairros do município duraram 80 dias

Equipes da Polícia Militar cumpriram mandados de prisão e apreensão em dois bairros de Ponta Grossa. Com 80 dias de duração, a ‘Operação Novum’ foi finalizada nesta quinta-feira (9) com 18 prisões decretadas no município. O encerramento coincide com o aniversário da corporação da Polícia Militar em Castro e Ponta Grossa.

A Operação foi iniciada no dia 18 de maio, com o intuito de combater o tráfico de drogas nos bairros da Santa Paula e Contorno, neste último mais voltado para a região da Vila Dallabona, que segundo informações da PM, eram locais da cidade que tinham trânsito intenso de entorpecentes. As equipes do Batalhão de Choque e do Serviço de Inteligência também estiveram envolvidas neste processo.

Cerca de sete quilos de maconha, crack e cocaína, dois veículos, balança de precisão e dinheiro estão entre os itens que foram apreendidos. Apenas durante o dia final da Operação, as buscas resultaram em oito prisões, além da recuperação de um revólver calibre .38 e cerca de 65 munições.

O Tenente Adriano, do Batalhão de Choque, afirma que estas buscas provém de um trabalho continuo da PM para o combate ao crime em Ponta Grossa: “A Operação aconteceu em duas regiões da cidade, mas diariamente estamos fazendo patrulhamento e acompanhamento de mais casos. A população pode ficar tranquila, pois estamos fazendo nosso trabalho para diminuir o tráfico de drogas”.

O tenente reforça a atenção para os crimes que costumam ser decorrentes do tráfico de drogas. Entre alguns desdobramentos, o militar cita roubos, furtos, homicídios e latrocínios. Adriano também destaca a participação da população para auxiliar no combate contra novas ocorrências como essas, por meio de denúncia anônimas, por números como o 190.

Números positivos

Em entrevista ao portal aRede no dia 31 de julho, o Tenente-coronel Leonel Beserra repercutiu os números positivos da Polícia Militar em Ponta Grossa. Um estudo estatístico apontou redução da criminalidade entre maio e junho deste ano, com queda de 36% na incidência de lesões corporais, 18,5% em furtos qualificados e 14,9% em roubos. Para o militar, a diminuição apresentada decorre do trabalho realizado diariamente pela corporação: “Isso reflete o trabalho que é feito todos os dias, seguindo uma estratégia de trabalho para que a Polícia esteja mais presente e seja mais vista pela população nas ruas e realize mais operações repreensivas”, garante.

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização