Pastor diz que fez “burrada” ao assediar criança

Ponta Grossa

25 de julho de 2018 11:03

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Rapaz ameaça pai com facão e acaba preso

Operação detém dupla por perturbação do sossego

Flanelinha leva pedrada de ladrão de carro

Homem é preso por golpe ao mentir sobre doença do irmão
Ladrões cercam vítima e rouba motocicleta
Ônibus bate em caminhão e deixa cinco feridos
Polícia apreende revólver e quase meio quilo de maconha
PUBLICIDADE

Polícia encontrou mensagens de teor erótico e fotos pornográficas na conversa por WhatsApp entre pastor e menina de 10 anos

Preso na noite desta terça-feira (24) suspeito de assediar uma criança de 10 anos, o suposto pastor evangélico assumiu ter enviado fotos pornográficas para a menina e classificou o ato como uma “burrada”. Em entrevista ao repórter Jeferson Cascavel, ele confessou o crime e disse que esta foi a única vez que cometeu o ato.

Pastor há quase oito anos, o homem afirma que foi procurado pela criança na última quinta-feira e, desde então, passou a trocar mensagens com a criança. A mãe da menina descobriu a conversa e, ao verificar as mensagens, confirmou que a filha vinha sendo assediada pelo pastor.

Nesta terça-feira, o homem pediu que a criança fosse até seu culto usando uma minissaia e também enviou fotos pornográficas para a menina. A mulher acionou a Polícia Militar e o Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria), que já acompanhava o caso. Os policiais prenderam o pastor em flagrante e encaminharam o suspeito até a delegacia da Polícia Civil.

Ele será submetido nesta quarta-feira (25) à audiência de custódia para que a Justiça defina se ele responderá ao processo em liberdade ou aguarda o término da investigação em regime fechado. A Polícia Civil agora trabalha para identificar outras possíveis vítimas do pastor.

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização
aRede aRede
aRede
aRede