aRede aRede aRede
aRede
Bochenek presta contas das ações da Justiça Federal

Ponta Grossa

11 de julho de 2018 21:15

Afonso Verner

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

ABOPG realiza 22º Congresso Internacional de Odontologia

Tríduo prepara festa de Senhora Sant’Ana

Projeto 'Férias na Biblioteca' inicia na segunda

Ciclista morre em acidente no Jardim ‘Los Angeles’
Obras da Sanepar afetam abastecimento em 12 vilas
Ação no Muffato oferece produtos abaixo de R$ 0,99
Festa de Santo Antônio segue até o final da tarde
/Imagem: Kauter Prado / CMPG
PUBLICIDADE

Juiz usou a tribuna do Legislativo Municipal para expor resultados da Vara da Justiça Federal em Ponta Grossa

O magistrado, Antônio César Bochenek, usou a tribuna da Câmara Municipal de Ponta Grossa (CMPG) para prestar contas das ações da Justiça Federal durante os últimos doze meses. Nesta quarta-feira (11), o magistrado usou o espaço da ‘tribuna livre’, aquele que antecede as sessões, para falar das ações adotadas no âmbito da Justiça Federal, especialmente aquelas que trazem algum tipo de retorno mais prático à sociedade.

Na tribuna da Câmara, Bochenek lembrou que a estrutura do Poder Judiciário Federal em Ponta Grossa trata hoje de mais de 15 mil processos em andamento. “Vim até o Poder Legislativo para prestar contas das ações da Justiça Federal. Entendo que esse é um processo importante para apresentar aos representantes políticos e à sociedade resultados práticos do que realizamos”, contou o juiz.

Entre os destaques dos resultados obtidos pela Vara da Justiça Federal na cidade está o repasse de R$ 286 mil repassados às instituições de caridade do município – os valores são fruto de penas pecuniárias e multas aplicadas pela Justiça Federal. “Essa é uma das formas da Justiça dar um retorno prático a sociedade, destinando o uso desses valores para contribuir com instituições que prestam serviços à população”, contou o magistrado.

Além disso, Bochenek destacou outros números da Justiça Federal, como o atendimento de mais de 2,5 mil pessoas que foram até a sede da instituição, na rua Balduíno Taques, em busca de informações e as ações do programa ‘Justiça de Portas Abertas’ que busca aproximar o Poder Judiciário da população, de forma geral. “O programa serve para mostrar como funciona o trâmite interno na Justiça”, conta Antônio.

A Justiça Federal também destinou e viabilizou verbas para o setor de saúde, entre elas um aporte de R$ 1 milhão para o Hospital da Criança.

Prestação quer demonstrar cumprimento da legislação

Segundo Bochenek, a finalidade da prestação de contas é “demonstrar à sociedade que os objetivos propostos foram cumpridos (resultados) e que esses processos guardaram adequação (conformidade) com as regras e princípios estabelecidos em um contexto mais amplo”. “Sim, pois se o recebedor de recursos descumpre as normas e princípios, a sua gestão terá consequências reflexas para todo o sistema, dentro do aspecto funcional do princípio da legalidade”, afirma o magistrado

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização