aRede aRede aRede
aRede
MRV investirá R$ 19,8 mi em projeto na antiga Imcopa

Ponta Grossa

06 de julho de 2018 17:58

Fernando Rogala

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Pelotão de Trânsito promove passeio ciclístico

Aluno do Sepam é selecionado para Olimpíada de Astronomia

UEPG participa de encontro de espanhol do Paraná

Em PG, homem é preso após assaltar motorista de aplicativo
Motorista é assaltado ao parar em sinal no Jardim Carvalho
Câmara vota hoje licença de Rangel da Prefeitura
PG terá manifesto contra Bolsonaro no sábado
/Foto: Cristiano barbosa
PUBLICIDADE

As ruínas de uma antiga fábrica que operava no Bairro de Olarias, a ‘Imcopa’, em Ponta Grossa, irão se transformar em um grande projeto residencial. A área será utilizada para abrigar o empreendimento Pontal da Serra, idealizado pela MRV Engenharia. O projeto prevê a construção de 21 blocos, que sediarão 336 unidades de apartamentos, totalizando um investimento de R$ 19,8 milhões. O Estudo de Impacto de Vizinhança já foi submetido ao Iplan e a empresa já obteve a licença ambiental prévia para o projeto. Agora, submeteu o pedido da licença de instalação, para que possa iniciar as obras no local. 

A escolha do local foi bastante estratégica, explica Willians Ribeiro, gestor executivo de vendas da MRV no Sul. “Trata-se de uma região que está crescendo, localizada nas proximidades do centro de Ponta Grossa. Há acesso a uma infraestrutura que facilita a vida das pessoas: de instituições de ensino a unidades de saúde. Além de ser uma área que é atendida pelo transporte público da cidade. O entorno já é caracterizado pela presença de outras residências populares, além de comércio e serviços locais”, ressaltou. A área total do terreno escolhido é de 28,1 mil m², localizado na esquina das ruas Oliveira Martins e Aluísio de Azevedo.

Cada um dos blocos terá 16 unidades habitacionais com quatro pavimentos, cada um com quatro apartamentos. A área total construída para as unidades habitacionais será de 14.918,40 m². O projeto conta também com área de lazer completa. Somando com a área do salão de festas e espaço gourmet, o empreendimento terá uma área total de 17,2 mil m². Aos moradores serão disponibilizadas 336 vagas de estacionamento, 12 das quais destinadas a Pessoas com Deficiência, além de mais 34 locais para motocicletas. Conforme o executivo, para efeitos comparativo, a empresa está mantendo o porte do seu último projeto na cidade, o Parque Purunã, na região de Uvaranas.

O prazo de execução do projeto, a partir do início da terraplanagem, será de 18 meses, ou seja, um ano e meio. Neste período, deverão ser movimentadas 135 vagas de emprego diretas. Contudo, como informou o gestor, a definição final do cronograma depende de processos que ainda estão em andamento, e podem acarretar em mudanças. “O que podemos adiantar é que, ainda em julho, algumas ações de revitalização do entorno do empreendimento terão início”, completa Willians Ribeiro.


Projeto tem ampla área de lazer

Além de ser um empreendimento localizado em uma região central, o Pontal da Serra contará com diversas opções de lazer, destaca Ribeiro. “Estão previstos espaços de recreação com playground, piscina infantil e adulta e salão de festas gourmet. Além disso, o lote terá uma área de preservação permanente, que proporcionará a existência de um amplo espaço verde – pelo qual será possível fazer caminhadas. O empreendimento contará também com um projeto de drenagem, feito especialmente para atender as especificidades da área”, relata. A drenagem também será foco fora da área do projeto: a MRV Engenharia projetará a drenagem da Rua Piauhy até o cruzamento com a Rua Domício da Gama. A execução do projeto ficará por conta dos órgãos competentes do município.



PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização