aRede aRede aRede
aRede
Assassinato da Rua XV será julgado na terça-feira

Ponta Grossa

10 de maio de 2018 17:15

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Unicesumar está com inscrições abertas no EAD

Associação dos Engenheiros elege nova presidência

Agência de Inovação da UEPG celebra 10 anos

Suspeito é preso com drogas e anotações do PCC
Guarda Municipal prende suspeito de arrombar loja
Ordenação de Mário Spaki como bispo será hoje
Fim de semana será de tempo bom em PG
/Foto: Arquivo JM/aRede
PUBLICIDADE

O Tribunal do Júri se reúne na terça-feira (15), no Fórum de Ponta Grossa, para o julgamento do empresário que matou um militar reformado suspeito de pedofilia em 2014. O crime foi registrado na esquina da Rua XV de Novembro com a Rua do Rosário, região central de Ponta Grossa, e teve grande repercussão na época.

O júri terá início às 8h30 e deve se estender até a noite. Duas testemunhas de acusação foram apresentadas pelo Ministério Público do Paraná (MPPR) e seis serão apresentadas pelo advogado de defesa, Ângelo Pillati Junior. O empresário é acusado de homicídio qualificado, cometido com meio que impossibilitou defesa da vítima.

Em março de 2014, o réu atirou em Arandy da Costa, militar reformado que teria assediado seu filho de dez anos. Segundo as investigações, Arandy estaria perseguindo o filho do empresário no colégio e, conforme as investigações, frequentava o comércio do réu diariamente para ganhar confiança da família.

Na época, o acusado chegou a ser preso logo depois do homicídio. No entanto, a Justiça liberou ele para que responda em liberdade. 

PUBLICIDADE
MIX - 22/06/2018 02:07h

Beto se comove com Karola

No capítulo 035, sexta-feira, 22 de junho – Luzia afirma que precisa afastar Laureta de Ícaro. Vale...

 
0
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização