aRede aRede aRede
aRede
Unicesumar projeta investimento de R$ 20 mi em PG

Ponta Grossa

18 de abril de 2018 20:20

Fernando Rogala

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

IML identifica casal que morreu afogado em represa de PG

Delegação do Operário chega em PG durante a tarde

Colisão entre caminhões atrapalha trânsito na BR-376

Homem é levado ao Pronto-Socorro após acidente
Mulher se afoga, marido tenta salvá-la e morre também
Documentário Salvando Risos é lançado na CCR
Controladoria implanta sistema para orientação das entidades
/Foto: cristiano barbosa
PUBLICIDADE

Inaugurado no ano passado, o Campus de Ponta Grossa da Unicesumar oferece 22 cursos de graduação presenciais para estudantes do município e toda a região dos Campos Gerais. Nos próximos meses, haverá a implantação de outros 20 cursos, cujos vestibulares serão realizados, alguns já para o segundo semestre deste ano, e outros para o início de 2019. E é justamente para o próximo ano a previsão de um novo investimento em Ponta Grossa. Com R$ 40 milhões já consolidados no município, é no segundo semestre de 2019 que deve ser iniciada a segunda fase de expansão na cidade, com a ampliação em mais 8 mil metros quadrados. A previsão de investimento é de mais R$ 20 milhões. 

As informações sobre o atual status da Unicesumar em Ponta Grossa foram reveladas pelo seu fundador e reitor, Wilson de Matos Silva, na tarde desta quarta-feira, em entrevista ao vivo, pelo Portal aRede. Ele lembrou que Ponta Grossa é uma cidade de grande relevância para o Paraná, e isso favoreceu a instalação do campus no município. “É uma das que mais cresce, onde está se concentrando um grande número de indústrias de alta tecnologia. Geograficamente está em um ponto estratégico logístico, e isso é um atrativo; além do poder público que atrai empresas. Analisamos o cenário paranaense para nosso projeto de expansão, e há quatro anos atrás, e resolvemos instalar campus presenciais em Curitiba, Ponta Grossa e Londrina”, explica.

O grupo educacional já estava na cidade há alguns anos, com o polo de Educação a Distância, mas no ano passado consolidou a estrutura física. Agora, neste segundo ano, já são 1,5 mil alunos, apenas do ensino presencial, que somados aos 4,5 mil do EaD, compõem 6 mil matriculados em Ponta Grossa. E contribuíram para a evolução do quadro de aprendizes no Brasil. “Nós tínhamos 90 mil alunos ano passado, e crescemos 40%, chegamos a 128 mil alunos, fruto do trabalho, do resultado, da qualidade, dos investimentos que estamos fazendo para que tenhamos belos espaços físicos. Escolas têm que sem os melhores espaços da sociedade”, disse o reitor. Contribuíram, para isso, as instalações dos polos a distância, que eram 200 ao final de 2016 e agora totalizam 350. “Estamos nas cidades com mais de 80 mil habitantes, de Boa Vista ao Rio Grande do Sul”, completou. 

Conforme garantiu Wilson Matos, o novo investimento, para a expansão da atual estrutura, proporcionalmente será menor que o primeiro, atingindo R$ 20 milhões. Mas há a perspectiva de futuramente realizar novos aportes na cidade, já que os 12 mil m² de área construída estão em um terreno com 70 mil m², em Oficinas. “Creio que no segundo semestre do ano que vem, a gente dá início a uma segunda etapa, que são mais 8 mil m²; vamos chegar a 20 ml m² naquela mesma unidade. Mas o terreno comporta, pelo menos, mais um ou dois edifícios do mesmo porte. E temos a expectativa de estar investindo aqui por um bom tempo e na ampliação da nessas estruturas”, assegurou o reitor. 


Curso de Direito é novidade

Uma das principais novidades reveladas pelo reitor da Unicesumar foi a aprovação do curso de Direito para a unidade Ponta Grossa. Segundo ele explicou, O curso foi aprovado com o conceito 4, em uma escala de 1 a 5, o que expressa o alto grau de excelência comprovada pelos especialistas em Direito do Ministério da Educação durante a visita na unidade. “Estamos com curso diferenciado. Ele trabalha muito com clínicas, desde o primeiro ano o aluno começa a vivenciar cenários de solução de conflitos, trazendo encenações, inclusive com artistas. O conceito 4 nos coloca como melhor nota do Estado, junto com as melhores instituições do Paraná, e entre os 4% melhores do país”, diz, lembrando que esse valor equivale ao das melhores universidades públicas do Paraná.

Polo educacional irá gerar mais de mil vagas de emprego

A instalação da unidade educacional também contribui com a economia local e regional. Além de valorizar e estimular investimentos em infraestrutura na região onde o polo foi instalado, há a geração de vagas de emprego, sendo a maior parte de alto nível de capacitação. Hoje são aproximadamente 150 colaboradores, valor que será multiplicado por 7 nos próximos anos. “Esse número é crescente. A maioria dos cursos está no primeiro ano ainda. Estaremos, progressivamente, todo ano, efetuando muito mais contratações, até fechar o ciclo com os cursos, cada um deles leva até cinco anos, e teremos, certamente, nos próximos cinco anos, mais de mil empregos. É uma mão de obra qualificada, com mestres, doutores, especialistas, e isso é muito bom para cidade, gerando uma folha de pagamento significativa”, informa Wilson de Matos Silva

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização