aRede aRede aRede
aRede
Estação Arte recebe exposição com obras do Coletivo Grimpa

Ponta Grossa

15 de abril de 2018 18:45

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Câmeras ajudam a encontrar ladrão de motocicleta

Imagens mostram estiagem na represa do Alagados

Em PG, dupla atira contra adolescente e foge

Loja especializada em moda universitária inicia atividades em PG
Casa abandonada pega fogo na Vila Marina em PG
Universitários encontram aliança de ouro em bolo de Santo Antônio
Motorista colide em poste na Paula Xavier e abandona veículo
/Divulgação
PUBLICIDADE

Exposição apresenta obras de 34 artistas visuais que exploram a paisagem enquanto conceito; obras ficam em exposição até o dia 30 de abril

A agenda da Estação Arte, unidade mantida pela Fundação Municipal de Cultura, recebe, durante o mês de abril, a exposição ‘Tocando a Linha do Horizonte’, na galeria Lucio Ribeiro e Sala Matteo Domenico Digiorgio. A mostra conta com obras de professores e alunos do curso de Licenciatura em Artes Visuais da UEPG.

A exposição apresenta obras de 34 artistas visuais que exploram a paisagem enquanto conceito. Compõem o conjunto de discussões propostos pelas imagens a percepção do espaço, a crítica à sua ocupação e a exploração de materiais. Os artistas fazem parte do Coletivo Grimpa, um grupo de produção artística que surgiu em 2016 no curso de Licenciatura em Artes Visuais da Universidade Estadual de Ponta Grossa, com o objetivo de promover a reflexão e a produção de arte contemporânea.

“A exposição é um convite ao espectador para participar de um trajeto visual em direção à linha do horizonte, onde o inatingível se funde às nossas experiências, proporcionando uma nova compreensão do que se encontra à nossa volta”, aponta o curador da exposição, Renato Torres, que também integra a coordenação do evento, formada ainda por Patricia Camera e Cris Mendes. Segundo ele, embora os trabalhos tenham se desenvolvido em atelier coletivo, as buscas pessoais proporcionaram descobertas imagéticas distintas. “Para parte do grupo a obra teve início ao entrar na paisagem. Quando em uma caminhada, por exemplo, as constantes alterações visuais, olfativas e até térmicas foram levadas em consideração durante o processo de criação”, explica. Destas percepções, foram criadas instalações, fotografias, desenhos, gravuras, pinturas e obras não convencionais.

A exposição fica aberta para visitação até o dia 30 de abril, com entrada gratuita. A Estação Arte está localizada na esquina do Terminal Central (Rua Benjamin Constant, 404) e abre de segunda a sexta-feira, das 9h às 11h e das 13h30 às 17h. Visitas monitoradas podem ser agendadas pelo telefone (42) 3901-1209.

Informações Assessoria de Imprensa.

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização