menu

Ponta Grossa

Construção de anexo à Câmara pode custar R$ 3 mi

Stiven de Souza | Ponta Grossa | 11/10/2017 as 21:30h / Imagem: aRede

As obras para a construção de um novo prédio anexo à Câmara de Ponta Grossa podem custar R$ 3 milhões. A estimativa é do presidente do Legislativo, Sebastião Mainardes (DEM). De acordo com o vereador, o valor ainda não está definido, já que um projeto arquitetônico deverá ser desenvolvido. “Serão cerca de 1.300 metros quadrados de área construída, o que deve custar, no máximo, R$ 3 milhões” afirmou em entrevista ao Jornal da Manhã e portal aRede

O primeiro passo para tornar o novo prédio realidade foi dado na última terça-feira (10) pelos vereadores que compõe a Mesa Executiva. A Câmara Municipal tornou público um edital para a contratação de serviços de engenharia de arquitetura, no valor máximo de R$ 140 mil. O valor é referente ao projeto que deverá ser elaborado para o anexo à sede do Poder Legislativo do município, localizado na Avenida Visconde de Taunay, no bairro Ronda. A contratação será feita em uma tomada de preço, que será realizada no plenário da Câmara no dia 1º de novembro. 

A ampliação do prédio é uma das bandeiras antigas da gestão de Mainardes. Desde que assumiu a Presidência da Casa, em janeiro de 2015, o vereador tem defendido as obras. A alegação dos vereadores que apoiam a construção é de que o espaço atual não foi projetado para comportar 23 vereadores e, hoje, há gabinetes improvisados até no subsolo do prédio, próximo ao almoxarifado. A intenção inicial da Presidência era usar um projeto antigo de ampliação, que está nos arquivos da Câmara, para economizar com a engenharia. “Vimos que este projeto estava defasado. Como era um projeto antigo, ele não atendia as normas atuais, não tinha nem acessibilidade”, disse Mainardes. 

No antigo projeto, o anexo seria construído aos fundos da Câmara, onde hoje fica parte do estacionamento. Com a abertura da licitação, o local da nova estrutura ainda é incerto. “Não sabemos como vai ser porque depende de como os engenheiros vão fazer isso. Mas o tamanho deve ser este, de 1.300 metros”, confirmou.  


Veja também

Ponta Grossa

Cotidiano

Campos Gerais

ARede Insana

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS LIDAS