aRede aRede aRede
aRede
Mulher confunde linguiça com cobra e mobiliza bombeiros

Insana

16 de maio de 2018 11:50

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Russo remove pênis por 'desgostar' do contraste de cor

Soldado coloca fogo nele mesmo como protesto

Homem tem sobrancelha queimada após acender cigarro

Cientistas no Canadá criam primeira cerveja de maconha
Estátua de Virgem Maria 'chora' azeite em igreja
‘Caçador de fantasmas’ é flagrado nu em portão de casa
Idosa de 92 anos mata filho para evitar de ir para asilo
A moradora não informou como a linguiça foi parar no chão, mas a suspeita é de que o gato que ela tem possa ter pegado e arrastado o alimento/Foto: Reprodução Facebook/
PUBLICIDADE

A moradora não informou como a linguiça foi parar no chão

Uma moradora da cidade mineira de Viçosa acionou o Corpo de Bombeiros na noite de segunda-feira (14) depois de achar ter visto uma cobra em casa. Contudo, quando os militares chegaram à residência no Bairro Maria Eugênia, perceberam que se tratava de uma linguiça.

“Quando nossa equipe chegou ao local fomos indicados para o cômodo onde ela suspeitava que estava o animal. Estava muito escuro e a forma com que a linguiça estava no chão realmente poderia levar a pessoa a confundir com uma cobra”, contou o tenente Alexandre Lima Fagundes, comandante do 3º Pelotão.

Ainda de acordo com o tenente, quando os militares chegaram à casa, a moradora estava desesperada e disse que temia ser atacada. "Nós a acolhemos e em seguida os militares adotaram todos os procedimentos de segurança para captura de cobras. Ao se aproximarem, os bombeiros perceberam que era uma linguiça com comprimento de pouco mais de um metro. Após a constatação, os bombeiros tranquilizaram a mulher ", acrescentou.

A moradora não informou como a linguiça foi parar no chão, mas a suspeita é de que o gato que ela tem possa ter pegado e arrastado o alimento.

Informações G1/Zona da Mata, MG

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização