aRede aRede aRede
aRede
Nasa faz cadastro para coletar nomes e enviar ao Sol

Insana

13 de março de 2018 12:05

Matheus Fanchin

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Restauração de escultura dá errado e vira piada

Mulher entra nua em igreja cantando a música “50 Reais”

Japão pede uma manhã de segunda-feira de folga

Rebanho de vacas ajuda polícia a prender fugitiva
Russo remove pênis por 'desgostar' do contraste de cor
Soldado coloca fogo nele mesmo como protesto
Homem tem sobrancelha queimada após acender cigarro
Basta acessar o site oficial da missão e fazer o seu cadastro até o dia 27 de abril/Foto: Reprodução NASA Foto:
PUBLICIDADE

Nasa faz cadastro para coletar nomes e enviar ao Sol

Basta acessar o site oficial da missão e fazer o seu cadastro até o dia 27 de abril

O auge da carreira do ator William Shatner foi com a série de ficção cientifica Star Trek, interpretando James T. Kirk, capitão da nave Enterprise. Depois disso, ele experimentou uma longa decadência fazendo pontas em diversos filmes, até o dia em que foi chamado para estrear a série Boston Legal, onde chegou a ganhar dois Emmys. Para o grande público, de qualquer forma, Shatner sempre será o capitão Kirk.

Por isso, ele foi chamado para ser o garoto propaganda da nova missão da NASA: enviar uma sonda para estudar o Sol como nunca foi feito antes. Mas não só isso. No vídeo divulgado pela agência, William explica que o equipamento levará consigo um microchip com o nome de milhões de terráqueos – e o seu pode ser um deles.

Para participar desta jornada nas estrelas, basta acessar o site oficial da missão e fazer o seu cadastro até o dia 27 de abril. Nós fizemos o teste e todo o processo durou menos de 10 minutos para ser concluído.

A missão se chama Parker Solar Probe, em homenagem a Eugene Parker, um astrofísico aposentado da Universidade de Chicago, e será lançada no Kennedy Space Center, na Flórida, entre 13 de julho e 19 de agosto. A sonda (e nossos nomes) irá orbitar o sol durante sete anos coletando informações. O principal objetivo dos cientistas é descobrir como os ventos solares são acelerados.

Para aguentar as temperaturas brutais a que será submetida, a sonda foi equipada com um escudo de carbono com 11 cm de espessura. Já o microchip com os nomes é uma ação de divulgação científica para incentivar o interesse das pessoas em explorações espaciais. Parece que funcionou: até o momento, mais de três milhões de nomes já foram incluídos na lista.

Informações Superinteressante  

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização