aRede aRede aRede
aRede
Encontrado verme de 2,8 m no estomago de paciente

Insana

07 de fevereiro de 2018 12:02

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Russo remove pênis por 'desgostar' do contraste de cor

Soldado coloca fogo nele mesmo como protesto

Homem tem sobrancelha queimada após acender cigarro

Cientistas no Canadá criam primeira cerveja de maconha
Estátua de Virgem Maria 'chora' azeite em igreja
‘Caçador de fantasmas’ é flagrado nu em portão de casa
Idosa de 92 anos mata filho para evitar de ir para asilo
Tênia de 2,8 metros achada no estômago de paciente em Cingapura/Foto: Divulgação Singapore General Hospital /
PUBLICIDADE

A solitária entra no corpo pela ingestão de carne crua ou mal cozida de animais infectados

Uma solitária (ou tênia) de 2,8 metros de comprimento foi achada no estômago de um paciente em Cingapura, segundo divulgou recentemente o Departamento de Microbiologia do Hospital Central da Cidade-Estado na Ásia.

O paciente, cujo nome não foi identificado, costuma consumir carne de peixe crua na forma de sushi, conforme relatório do hospital citado em reportagem do jornal britânico "Daily Mirror".

O verme precisou ser dobrado 18 vezes para ser fotografado. O paciente não apresentava qualquer sintoma da presença do parasita no seu corpo.

"O paciente ficou assustado ao ver o verme sair pelo seu reto", comentou Hsu Li Yang, especialista em doenças infecciosas do Hospital Geral.

Ano passado, um artigo publicado na revista "British Medical Journal" alertou que estava aumentando o número de casos de infecções parasitárias em decorrência do consumo de carne crua, especialmente oriunda da culinária japonesa, em vários países, como Cingapura.

Na Itália, por exemplo, além do sushi, anchovas cruas se tornaram vilãs da multiplicação de casos de doenças infecciosas.

A solitária entra no corpo pela ingestão de carne crua ou mal cozida de animais infectados, como boi, porco e peixe. Os parasitas retiram as substâncias nutrientes dos hospedeiros e às vezes o privam dos alimentos necessários para viver. A maior tênia já encontrada media 22 metros.

Informações Extra 

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização