menu

Insana

Homem dado como morto "ressuscita" antes de autópsia

Da Redação | Insana | 09/01/2018 as 12:32h / Imagem: aRede

Ele foi dado como morto por três médicos diferentes

Um detento do Centro Penitenciário de Villabona, em Austurias, na Espanha, protagonizou um caso muito curioso neste domingo (7). Isso porque o homem, de 29 anos, foi dado como morto por três médicos diferentes, mas “ressuscitou” algumas horas depois.

De acordo com o El País, o preso – cujo nome não foi divulgado – cumpria pena de dois anos por roubos quando foi encontrado por um carcereiro, aparentemente morto em sua cela. Logo, os dois médicos da penitenciária confirmaram a ausência de sinais vitais, e assim, a polícia foi acionada para investigar o incidente. 

Uma hora depois, uma médica forense e a polícia chegaram na prisão para analisar a situação. A especialista concordou com a análise dos dois primeiros médicos, emitiu um laudo e determinou que o corpo fosse transferido para o necrotério de Oviedo.

E foi durante o trajeto que o detento apresentou sinais vitais: ele começou a se mexer e até mesmo a roncar. Chocadas, as autoridades, então, o transferiram para o Hospital Universitário de Asturias, onde ele se recupera e apresenta estado de saúde estável.

Ainda não se sabe o que causou a " morte temporária” do detento, que está sendo investigada pelo judiciário local. O centro médico ainda não se pronunciou sobre o caso.

Bêbado "ex-falecido" na Rússia 

Situações semelhantes a essa já aconteceram algumas vezes. Como, por exemplo, na Rússia, onde um homem caiu bêbado no bar, seus amigos chamaram uma ambulância e os médicos diagnosticaram, na hora, que ele havia morrido. Seu corpo foi levado para o necrotério, porém, algo incomum aconteceu.

"Em algum momento, o homem acordou, não conseguindo entender onde ele estava. Tudo o que via era que estava muito escuro e frio. Seu cérebro estava confuso devido à influência de álcool. Na escuridão, sentiu os membros completamente frios de alguém e, com medo, correu para a porta. Mas estava trancada", afirmou o policial sobre o caso, que aconteceu em 2016.

Ele bateu na porta do freezer e implorou por ajuda até que um segurança ouviu barulhos. O homem estava em pânico e saiu correndo do local depois de ser interrogado pela polícia.

Mas o que mais surpreendeu a todos foi o destino do homem depois do susto. O ex-morto voltou para o bar para comemorar a "ressureição" com os amigos. Um deles chegou a desmaiar de alegria ao rever o amigo.

Informações Último Segundo


Veja também

Ponta Grossa

Cotidiano

Campos Gerais

ARede Insana

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MAIS LIDAS