aRede aRede aRede
aRede
MTST e Frente Povo sem Medo ocupam triplex atribuído a Lula

Cotidiano

16 de abril de 2018 14:05

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Inocente preso no lugar de ladrão é solto no Rio

Especialistas negam propostas de CPI dos Cartões de Crédito

PSL oficializa Bolsonaro como candidato à Presidência

Após 25 anos, personagens lembram noite da Chacina da Candelária
Polícia investiga morte de advogada de 29 anos em Guarapuava
Governo e Alep decretam luto após morte de Bernardo Carli
Família Ribas Carli emite nota após morte de deputado
Manifestantes ocupam triplex em Guarujá/Imagem: EBC
PUBLICIDADE

O Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e a Frente Povo sem Medo ocuparam na manhã de hoje (16) o apartamento triplex, no Condomínio Solaris, em Guarujá (SP). O imóvel é o foco das investigações que levaram o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à prisão, pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Lula foi condenado a 12 anos e um mês. De acordo com as investigações, o imóvel e a reforma, estimados em R$ 2,4 milhões, foram feitos pela empreiteira OAS em favorecimento da empresa em contratos na Petrobras.

A ocupação foi divulgada nas redes sociais da Frente Povo Sem Medo e pelo pré-candidato à Presidência pelo PSOL, Guilherme Boulos, coordenador do MTST. Os manifestantes colocaram a bandeira do movimento e faixas na fachada do prédio com mensagens "Povo sem medo" e "Se é do Lula, é nosso".

O ex-presidente está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde o dia 7. Até o momento, a Justiça Federal e o Ministério Público Federal não se pronunciaram sobre a ocupação do triplex.

As informações são da Agência Brasil.

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização