aRede aRede aRede
aRede
TRT-PR soluciona dissídio de empregados do ramo hoteleiro

Campos Gerais

13 de setembro de 2018 11:50

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Bairros de Telêmaco podem ficar sem agua na terça

Castro já utiliza o prontuário eletrônico na Saúde

Carros batem e mulher morre atropelada na região

Hospital de TB será referência para 200 mil pessoas
Levantamento mostra recuperação do emprego
Arrecadação cresce 10% e supera R$ 2,8 bilhões
Documento traça cenário do emprego pós-crise nos Campos Gerais
/Divulgação
PUBLICIDADE

Tribunal homologou convenções coletivas de empregados e empresas do ramo do turismo e da gastronomia da região de Curitiba e de Ponta Grossa

Foram homologadas, nesta quarta-feira (12), as convenções coletivas dos três dissídios envolvendo empregados e empresas do ramo do turismo e da gastronomia da região de Curitiba e de Ponta Grossa. O instrumento regerá as relações entre as partes até 30 de abril de 2019.

O Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares dos Campos Gerais (SHRBS-CG) figura como suscitado nos três dissídios. Da parte dos trabalhadores atuam o Sindicato dos Trabalhadores no Comércio Hoteleiro, Meios de Hospedagem e Gastronomia de Curitiba e Região (SINDEHOTÉIS) e o Sindicato dos Empregados no Comércio Hoteleiro e Similares e em Turismo e Hospitalidade de Ponta Grossa (SINDEHTUR).

Os instrumentos de acordo foram formalizados pela vice-presidente do Tribunal Regional do Trabalho do Paraná, desembargadora Nair Maria Lunardelli Ramos. A procuradora do trabalho Viviane Dockhorn Weffort acompanhou as negociações.

Antes da homologação, no entanto, as partes tiveram que ajustar a redação de uma cláusula de cada acordo. O novo texto prevê o comprometimento dos sindicatos litigantes de discutir na próxima Convenção Coletiva, que vigorará no período de maio de 2019 a abril de 2020, a forma de comunicação aos trabalhadores sobre o desconto da contribuição negocial para efeito do exercício do direito de oposição.

As tentativas de composição acontecem desde o dia 5 de julho. Nos dias 12 e 18 do mesmo mês, duas audiências foram realizadas na região dos Campos Gerais, na cidade de Ponta Grossa, por sugestão da própria Vice-Presidência do TRT-PR. O objetivo foi aproximar todos os envolvidos e promover uma análise calma e conjunta, cláusula por cláusula. No dia 1º de agosto, as partes voltaram ao TRT-PR para novas sessões, com as tratativas já avançadas.

Informações Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região.

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização