aRede aRede aRede
aRede
Polícia apreende mais de 2 mil metros de redes durante a piracema

Campos Gerais

13 de março de 2018 17:15

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Documento traça cenário do emprego pós-crise nos Campos Gerais

PM flagra comerciante vendendo leite roubado

Colisão frontal deixa um morto e interdita a BR-376

Homem bêbado quase atropela PM para fugir de blitz em Carambeí
Prefeitura de Palmeira promove evento de prevenção ao suicídio
Dupla é presa após assaltar posto de combustível
Mulher é agredida após pedir para marido "procurar emprego"
PUBLICIDADE

A Polícia Militar do Paraná, através do Batalhão de Polícia Ambiental (Força Verde), apreendeu 2.664 metros de redes usadas em pescas durante a piracema, na região dos Campos Gerais. Além das redes, houve apreensão de 40 kg de peixe pescado ilegalmente entre 02 de novembro de 28 de fevereiro. Os números foram divulgados na tarde desta terça-feira (13) pela Força Verde. 

Segundo o levantamento da polícia, outros materiais usados na pesca foram apreendidos junto com as redes. Os policiais localizaram oito tarrafas, 70 metros de espinhel, 135 boias-loucas, quatro covos, seis fisga, 45 catoeiros, um barco e um motor de popa. Além das apreensões, houve quatro prisões no período da piracema. 

A Força Verde informou que as operações resultaram de diversas denúncias sobre a pesca proibida na região. As denúncias podem ser feitas através do telefone 181 ou 42-3228 1581, ou no Posto de Polícia Ambiental – Força Verde, mais próximo.  

Piracema 

Entre novembro e fevereiro, a pesca de espécies nativas é proibida nos rios e reservatórios do Paraná. A medida visa proteção da fauna aquática, pois é durante esse período, conhecido como piracema, que a maioria das espécies se reproduz.

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização